novembro 21, 2010

Voltando à feira de Caxias




O sexo da poesia,
o encontrei entre os bons cheiros da feira da cidade Duque de Caxias Baixada Fluminense...
nos tempos de menino biológico( porque agora sou menino astrológico)
ia sempre acompanhado de minha avó Eugênia Planchêz
a essa feira múltipla que segundo as pessoas locais
existe há mais de cinquenta anos

Morava na Praça Seca Jacarepaguá...
pegávamos o "Caxias-Freguesia"
e partia-mos para o paraíso dos passarinhos
e da iguarias dominicais

Não é que depois de trinta anos ou mais,
me vi no dia de hoje no meio da tal feira
que hoje (por questões de proteção ambiental das espécies)
não se vendem mais os canários e os coleiros de minha infância

(edu planchêz)






3 comentários:

MUSA DA POESIA disse...

QUE LOUCO CARA, VOCÊ É BOM DE MAIS!
DEMORO A LER, POIS GOSTO DE LER TODAS E DEIXAR O MEU RECADO
VOCÊ NÃO É 10
NÃO É 100 MAS É MIL!!

MUSA DA POESIA disse...

ESQUECI DE DIZER QUE A MUSA DA POESIA SOU EU A LÉA LU
ESTE É O MEUY NOMEW DE EDITOR DO GOOGLE

MUSA DA POESIA disse...

QUE LOUCO CARA, VOCÊ É BOM DE MAIS!
DEMORO A LER, POIS GOSTO DE LER TODAS E DEIXAR O MEU RECADO
VOCÊ NÃO É 10
NÃO É 100 MAS É MIL!!